Home Antropogênicos A primeira guerra mundial

A primeira guerra mundial

por Redação Momento Critico 01/04/2018

Antes da Segunda Guerra Mundial, a Primeira Guerra Mundial era conhecida apenas como:Grande Guerra. Ela ocorreu entre 1914 e 1918, e seu início foi devido ao atrito causado pelo imperialismo entre as grandes potencias europeias da época.
Esse conflito começou na Europa e se alastrou por todo território colonial. Resultou em algumas alianças entre países europeus. Por exemplo: de um lado tínhamos a Tríplice Aliança, formada por: Alemanha, Áustria e Itália; do outro lado, a Tríplice Entente, formada por Inglaterra, França e Rússia.

primeira guerra mundial

Os países envolvidos no confronto

Ao todo foram dezessete países que aderiram à Primeira Guerra Mundial. Brasil, Alemanha, Hungria, Áustria, França, Estados Unidos, Império Turco-Otomano, Império Britânico, Itália, Luxemburgo, Japão, Portugal, Países Baixos, Sérvia, Romênia, Austrália, China e Rússia.

Resultados do confronto

O conflito que durou cerca de quatro anos levou a vida de dez milhões de soldados, mais de vinte e um milhões de pessoas feridas e treze milhões de civis mortos.

Causas da guerra

Foram várias razões que acenderam o estopim da primeira guerra, mas vale destacar os principais e mais importantes. Havia uma tensão no ar desde o final do século 19 e com o crescimento extraordinário da indústria, a produção de armas cresceu  exponencialmente.
O império Alemão se expandiu e tornou-se em uma das maiores potências do continente Europeu, contudo tal desenvolvimento gerou desconfiança entre França e Alemanha, Rússia e Inglaterra.

primeira guerra mundialO que antecedeu a guerra

Sempre existiu certa rivalidade entre alguns países, entre Alemanha e França, Alemanha e Rússia e Alemanha e Reino Unido. Isso sem mencionar a discórdia gerada por causa dos limites das colônias acertadas pela Conferência de Berlim em 1880.

A Alemanha não era bem quista naquela época e pelas devidas razões. Com a França foi por causa da Guerra Franco-Prussiana, a França perdeu; e perdeu duas regiões para os germânicos: Alsácia e Lorena, ricas em ferro. Já com os russos foi por causa da ousada estrada de ferro que ligaria Berlim a Bagdá, até aí; tudo bem, o problema é que essa estrada passaria em regiões ricas em petróleo. Já com a Inglaterra, era comercial, com o crescimento da indústria alemã, a Alemanha competia com o mercado Inglês.

 

O estopim da primeira grande guerra

Algumas das grandes razões para o início da Primeira Guerra Mundial foram as alianças que mais pareciam com bombas aguardando o momento de detonar, por exemplo; contrariando os russos e sérvios; em 1908, a Áustria anexou a Bósnia-Herzegovina. Francisco Ferdinando era o herdeiro do trono da Áustria e para mostrar um bom relacionamento com os súditos, decidiu visitar o país recém “conquistado”, mas, um estudante bósnio em 28 de Junho de 1914, assassinou o herdeiro ao trono e sua esposa. O fato aconteceu na cidade de Sarajevo, Bósnia. Podemos dizer que esse assassinato duplo foi a razão para a Primeira Guerra Mundial começar.

A Primeira Guerra e suas fases

No início do confronto as forças por serem semelhantes, se equilibravam; tanto em números de soldados quanto em outros fatores. A Tríplice Entente não contava com um canhão de longo alcance, mas, para equilibrar, era forte nos mares devido aos Ingleses.
Os artefatos bélicos daquele tempo demonstravam poder de destruição. Armas como: encouraçados, tanques de guerra, aeronaves, submarinos e os obuses de grosso calibre, eram o mais destruidores que haviam na época.

primeira guerra mundialA Bélgica foi um país que quis ficar fora do conflito, contudo, os alemães com suas 78 divisões e artilharia pesada violaram essa decisão e acabaram vencendo os franceses em sua fronteira. Logo em seguida se colocaram a caminhar para Paris.

Com a aproximação dos alemães, os franceses transferiram o governo para Bordeaux, mas na Batalha de Marne acabaram contendo os alemães que recuaram. Depois disso, tanto alemães quanto franceses começaram a firmar suas posições com trincheiras ao longo da frente ocidental.

Essas trincheiras eram muito bem protegidas dos inimigos com arames farpados, mas não para outro inimigo. O número de soldados mortos por tifo, frio e outras doenças chegaram a se equilibrar com o mesmo número de soldados que perderam suas vidas para os canhões e metralhadoras.

No ano de 1917, os Estados Unidos que, apenas forneciam empréstimos e compras de armas para a Entente, entram na guerra. O receio dos americanos era que a Alemanha chegasse a vitória e espalhasse seu poderio industrial e imperialista. Em 1917, a Rússia deixou o conflito. Devido à revolução que ocorreu depois da queda do czar e implantou o regime socialista.

As consequências do conflito

A Alemanha já havia sofrido diversas derrotas e até seus aliados já haviam se rendido, mesmo assim, o governo alemão continuava sua guerra. Eles estavam cansados e esfomeados. Tanto os soldados quanto os operários forçaram que o kaiser abandonasse seu posto.
Foi nesse momento que fora proclamada a República de Weimar, provisoriamente no dia 11 de novembro de 1918. Esse governo foi responsável por assinar a rendição do país e finalmente a Primeira Guerra Mundial chega ao fim. Mas a paz em si só foi realmente firmada com o Tratado de Versalhes em 1919.

primeira guerra mundialConsequências da guerra

 

Marco da queda do capitalismo liberal.
Redesenhou no mapa político do Oriente Médio e Europa.
Incentivou a criação da Liga das Nações.
Ascensão política e econômica dos Estados Unidos.

 

O Brasil e a Primeira Guerra

O Brasil não participou ativamente como outros países. Ele limitou-se a enviar equipes médicas e alguns soldados apenas para auxilar a Entente. Isso aconteceu em 1917 quando os alemães levaram a deriva uma embarcação brasileira no canal da mancha em abril e em outubro, o Macau.

Notícias Relacionadas

Gostaríamos de saber a sua opinião. Comente!