Home Ufologia Discos voadores em Curitiba

Discos voadores em Curitiba

por Redação Momento Critico 21/03/2018

Você sabia que em 1954 aconteceu um mega avistamento no Paraná, quando milhares de pessoas avistaram Discos Voadores em Curitiba?

Para os ufólogos do mundo todo, o ano de 1954 foi um dos mais preciosos e importantes devido à quantidade de avistamentos que ocorreram em diversas regiões do planeta. Pousos e até mesmo contato com nossos visitantes ocorreram neste ano.

No dia 14 de dezembro desse ano, três objetos voadores não identificados sobrevoaram a cidade de Curitiba por muitas horas.

Discos voadores em Curitiba

A população, devido ao fato inesperado, ficou muito assustada. Algumas lojas da região central fecharam suas portas mais cedo com receio de alguma invasão. O fato ocorreu no início do período de compras para o Natal. Havia muitas pessoas nas ruas.

O desespero da população começou as 11 horas da manhã daquele dia, quando algumas pessoas avistaram três pontos de luz no céu. As 12 horas, esses pontos se aproximaram um pouco mais e logo, a cidade inteira presenciava o fato.

 

Eram discos voadores

 

Segundo alguns relatos, os supostos discos voadores pareciam feitos de metal. Tinham formato discoidal, ou seja, na forma de um disco. Próximo das 13 horas, em diversos pontos da cidade, as pessoas que pararam para observar os pontos luminosos, notaram que dois deles se dirigiram para o sul.

Discos voadores em CuritibaO terceiro se aproximou dos edifícios da região central. Os curitibanos que assistiam ao fato inusitado se assustaram ainda mais com tal aproximação. As poucas lojas que mantinham as portas abertas se fecharam. Algumas pessoas chegaram até mesmo a deixar a região.

Uma das pessoas que testemunharam o evento foi Carlos Assunção, coronel, Chefe de Polícia da cidade. Ele relatou algumas características dos objetos para a imprensa. Segundo o Coronel, o objeto possuía cor avermelhada, ligeiramente azulada e contava com velocidade impressionante.

O coronel, mantendo seu relato ainda mais verídico mencionou que, não foi o único a avistar os objetos, que muitos vizinhos poderiam confirmar sua descrição. Devido ao desespero da população, a Força Aérea Brasileira ordenou que seus aviões se aproximassem dos objetos. Porém, nenhuma das aeronaves conseguiu já que contavam com velocidade absurdamente superior aos dos jatos da FAB.

Discos voadores em CuritibaO que é muito estranho nessa tentativa de abordagem pela Força Aérea é que, não existe nenhum documento ou relato que comprove essa intervenção, ou seja, já naquela época essas informações eram negadas ao conhecimento da população.

 

A imprensa obteve com o caso, fotos que se tornaram imortalizadas por se tratar de um dos eventos mais aterrorizantes e misteriosos. O fotógrafo Maxim Cicaida, não registrou apenas os pontos luminosos como também, o terror estampado nos rostos das pessoas ao seu redor.

 

As fotos foram publicadas no dia 16 de dezembro de 1954.

 

Quanto aos negativos das fotografias de Maxim? Foram enviadas para análise da Escola Naval, entretanto, os resultados desses estudos não foram revelados até a atualidade. Os negativos nunca foram devolvidos e, para deixar o caso ainda mais intrigante, depois de certo tempo, as fotos desapareceram dos arquivos do Jornal O Estado do Paraná.

Tudo isso deixa claro que: mesmo em 1954 já existiam acobertamentos. Os fatos ocorreram e foram presenciados por muita gente em Curitiba. Sim, eram discos voadores, pois além de objetos metálicos, os formatos foram relatados como discoidais.

É uma pena que esse fato aconteceu em uma época que nossa tecnologia era muito inferior, comparativamente com a atual. Se fosse hoje, em poucas horas, haveriam milhares de filmagens e fotos disponíveis nas redes sociais. Esperamos que algo parecido aconteça novamente em breve.

Notícias Relacionadas

Gostaríamos de saber a sua opinião. Comente!