Home Meteoritos O asteroide apophis está chegando

O asteroide apophis está chegando

por Redação Momento Critico 13/02/2018

A comunidade científica vem apelidando o muito monitorado asteroide apophis como “o meteoro do fim do mundo”. Você sabe por que este apelido vem se popularizando entre os especialistas do assunto?

Os asteroides são caracterizados como corpos rochosos e metálicos integrantes do nosso sistema solar. Menores que planetas, os asteroides podem chegar a algumas centenas de quilômetros de diâmetro, e isso é enorme.

Assim como os planetas, os asteroides possuem órbita definida, de modo que é possível calcular possíveis encontros e colisões entre asteroides e estrelas, asteroides e outros asteroides, e asteroides e planetas, como o caso da Terra.

Quer conhecer mais sobre o asteroide apophis e entender por que ele vem chamando a atenção de toda a comunidade científica?

Neste artigo você ficará por dentro das características deste gigante e das razões que levam os cientistas a estarem cada vez mais atentos aos passos deste corpo celeste.

Boa leitura!

asteroide apophis

O que é o asteroide apophis?

 

O asteroide apophis é considerado um corpo celeste gigante pelos especialistas. Com mais de 300 metros de diâmetro, o asteroide apophis está na lista dos objetos celestes mais perigosos para o planeta. Grande parte da sua nocividade é devida a pequena distância que separa o gigante da Terra.

O asteroide apophis possui diâmetro equivalente à 9 quadras oficiais de futebol juntas!

 

Apesar de evidências acerca de sua longa história celestial, especialistas revelam que a humanidade não conta com instrumentos adequados para localizar corpos nocivos há muito tempo.

O asteroide apophis foi descoberto pela comunidade científica apenas em 2004. De acordo com os pesquisadores da área, a órbita do asteroide coincidirá com a do nosso planeta em abril de 2029.

 

Linha do tempo do asteroide apophis

2013

 

O asteroide apophis passou em segurança pelo nosso planeta em 2013. A Terra e o “meteoro do fim do mundo” ficaram a cerca de 14 milhões de quilômetros de distância.

A distância existente entre nosso planeta e o asteroide apophis nesse primeiro contato noticiado foi maior que a extensão de Júpiter, maior planeta de nosso sistema solar com extensão 3 vezes maior que a Terra.

Este evento foi fundamental para a NASA colher informações sobre o corpo celeste. De acordo com a Agência Espacial Europeia e com a NASA, o asteroide apophis teve sua extensão recalculada com aumento de mais de 20% desde a última averiguação.

Especialistas do Instituto de Física Extraterrestre Max Planck, na Alemanha, alertam que este aumento implica em um crescimento de cerca de 75% nas estimativas sobre seu volume e massa.

De acordo com as novas estimativas, o asteroide apophis pesa cerca de 50 milhões de toneladas.

 

O “meteoro do fim do mundo” pesa mais que 2.500 aviões com capacidade para 900 passageiros juntos!

asteroide apophis

O impacto das novas estimativas

 

O que todos esses números significam?

Eles significam que no caso de uma colisão, o poder de destruição do asteroide será muito superior à estimativa inicialmente calculada pelos pesquisadores.

Os cientistas mais otimistas presumem que o poder de destruição do asteroide apophis pode chegar a 880 megatons. Isso equivale a

4 vezes a energia da erupção do Krakatoa, evento que mudou o clima do planeta por meia década

 

Destaca-se que esta é a estimativa dos cientistas mais otimistas.

O restante da comunidade científica se recusa a estimar o poder de destruição de tal colisão. Eles alegam que as consequências seriam terríveis demais para serem calculadas.

Aparentemente, o asteroide apophis ainda não possui condições para matar toda a raça humana. Mas afetará o equilíbrio e a vida de todos por muitas décadas. No caso de uma possível colisão.

O asteroide Chicxulub foi, supostamente, o responsável pela extinção dos dinossauros e de diversas espécies de fauna e flora do planeta. A energia dispensada por este asteroide foi cerca de 100 mil vezes superior à energia propagada pelo asteroide apophis.

O lado bom é que não estamos prestes a encontrar outro asteroide Chicxulub tão cedo. O lado ruim é que a comunidade científica acredita na possibilidade do asteroide apophis chegar lá se não fizermos nada sobre o assunto.

 

2029

 

Observações iniciais demonstraram que o asteroide possuía 1 em 36 chances de atingir o planeta em 2029. Entretanto, esta possibilidade foi recentemente descartada.

O italiano Alberto Cellino, do Observatório de Turim, afirma que; o asteroide apophis chegará a apenas 36 mil quilômetros da Terra em 2029. Essa distância é inferior a boa parte dos nossos satélites.

A distância entre nosso planeta e o asteroide do fim do mundo em 2029 será equivalente à 4 vezes a distância entre o Brasil e os Estados Unidos

 

Considerando a velocidade dos aviões comerciais de que dispomos no momento, em 2029 poderíamos atravessar a distância entre o planeta e o asteroide apophis em menos de 2 dias de viagem.

Parece que o asteroide está se aproximando perigosamente de nosso planeta!

asteroide apophis

2036

A próxima passagem do asteroide pelo planeta será em 2036.

Cientistas relatam que ainda é cedo para estimarmos o que poderá ocorrer. Mas destacam que o asteroide provavelmente terá novo recalculo e aumentado seu tamanho, talvez ultrapassando a marca dos 400 metros de diâmetro. O que poderá colocar todo o planeta em risco.

Apesar da estimativa de uma possível colisão ser baixa, é a mais próxima aproximação do planeta em décadas. Vamos esperar e ver o que acontecerá.

 

O que achou do conteúdo?

Será que nosso planeta está realmente a salvo de um encontro com um gigante desses?

Quais serão as consequências mais drásticas que nosso planeta pode enfrentar em uma colisão com o asteroide apophis?

Deixe um comentário com a sua opinião e mostre este artigo para todos os seus amigos!

Notícias Relacionadas

Gostaríamos de saber a sua opinião. Comente!