Home Terremotos Maior tsunami da história: uma onda de 524 metros

Maior tsunami da história: uma onda de 524 metros

por Redação Momento Critico 27/01/2018

Em 9 de julho de 1958 a região da baia de Lituya foi atingida por um terremoto gigantesco que registrou 8.5  graus na escala Richter e gerou o maior tsunami da história. O tremor fez com que uma massa de rocha de 30 milhões de metros cúbicos caísse de uma altura de 900 metros de uma montanha da localidade mergulhando com toda força nas profundezas da baia.

O peso e o impacto dessa massa provocou uma onda de proporções nunca antes vistas. Com cerca de 520 metros de altura a onda arrasou a região deixando um rastro de destruição.

O maior tsunami da história: uma onda de 524 metros

Para termos uma ideia melhor sobre o tamanho dessa onda descomunal.

Cristo Redentor): Com 38 metros de altura, a onda derrubaria 13 estátuas empilhadas.

Estátua da Liberdade: Com 93 metros, a onda poderia derrubar 4 delas.

Torre Eiffel:  A torre Eiffel também não escaparia, ela tem 300 metros de altura.

O maior tsunami do mundo foi superior em tamanho a muitos dos prédios mais altos do planeta: as Petronas Towers, na Malásia, têm 452 metros. Seria maior também do que ICC Tower, em Hong Kong, com 484 metros. E poderia ser equiparado, em tamanho, com o Taipei 101 com seus 509 metros e com o 1WTC, ou Torre da Liberdade, construído onde antes estavam as Torres Gêmeas que tem 541 metros.

Atualmente, teríamos apenas um único prédio que poderia resistir e superar em termos de tamanho ao tsunami de Lituya: o Burj Khalifa, em Dubai, que tem 826 metros.

O maior tsunami da história: uma onda de 524 metros

Mega tsunami no Brasil

A hipótese de que um mega tsunami, como foi o maior tsunami da história, possa atingir a região Norte e Nordeste do Brasil é real. Se um evento dessas proporções ocorresse teríamos ondas que poderiam chegar a 1000 metros de altura. Logo, todos os maiores tsunamis de que se tem notícia seriam superados nesse cataclismo devastador. Além do tamanho, há ainda o fator velocidade, já que as ondas poderiam avançar a 900 km/h. Ao atingir o continente, teriam uma velocidade de 20 km/h para avançar terra adentro.

O responsável por provocar esse cenário perturbador é o Vulcão de Cumbre Vieja.

Dados apontam que o vulcão pode entrar em colapso a qualquer momento.

Caso isso ocorra, não apenas o Brasil seria atingido, mas até a região da Costa Leste Americana estaria sujeita ao desastre. O Cumbre Vieja é um vulcão localizado nas Ilhas Canárias, o temor é que que ele exploda em breve.

Formação e propagação das ondas parecidas com a do maior tsunami

Os tsunamis são provocados quando há terremotos nas profundezas do oceano.

Eles ocorrem geralmente em zonas apontadas como de alta intensidade, em termos de movimentos entre as placas tectônicas. Regiões da Ásia e do Pacífico destacam-se nesse sentido.

A onda tsunami surge quando ocorre o choque das placas. Vale lembrar que as dimensões em espessura dessas placas são gigantescas.

No mar, um tsunami pode chegar a atingir uma velocidade de propagação por volta dos 800 km/h. É importante ter em mente que, enquanto um tsunami viaja pelo oceano, ele perde muito pouco de sua energia. Com isso, é fácil entender a sua velocidade e poder de destruição que tem ao atingir superfícies costeiras.

No ano de 1960 o Japão foi atingido por uma onda gigantesca que devastou várias regiões do país. A origem foi um terremoto de 9,5 graus na escala Richeter que atingiu o Chile.

Profundidades menores do mar próximo ao continente, faz com que as ondas aumentem em tamanho.

A primeira onda se retira da costa, isto é, o recuo que o mar tem nessas situações.

Apesar de atualmente haver um esforço constante de cooperação entre nações, especialmente no Pacífico, para prevenir e acompanhar maremotos e tsunamis, episódios desses eventos sempre são extraordinários e superam em muito as capacidades do ser humano de se preparar e proteger. São invencíveis!

Terremotos e tsunamis

A maior parte dos tsunamis tem origem em terremotos em regiões oceânicas.

Ainda assim, vale lembrar que eles podem ter origem em avalanche de rochas na superfície como foi com o maior tsunami e a onda de 500 metros que atingiu a baia de Lituya. Pelas explosões de vulcões, a exemplo do Cumbre Vieja que pode atingir o Brasil. O vulcão Krakatoa na ilha de Java que provocou tsunamis que mataram mais de 36 mil pessoas. Além disso, existe a possibilidade de que um tsunami surja devido ao impacto de um asteroide no mar.

Em todos os casos estamos sujeitos às vontades da Natureza.

Notícias Relacionadas

Gostaríamos de saber a sua opinião. Comente!